Arquivo da tag: música

Apaga tudo

Por um erro de manipulação, apaguei todas as músicas do meu telefone. Sabe aqueles instantes em que sua barriga dá um nó e sua bochecha queima igual churrasquinho de gato? Bateu um desespero abesoloto, afinal, minhas músicas são minha vida, em resumo, ou quase.

Para minha salvação, os originais estão moito bem guardados num local secreto. Mas o problema era: como reconstituir a playlist?

Lá fui eu amargurada recomeçar do zero. Foi quando me dei conta de que apagar tudo foi a melhóóóóór coisa que aconteceu. Olhei pasta por pasta do meu arquivo semi-infinito e vi que tinha deixado muita coisa de fora. Minha antiga playlist não era exatamente minha playlist, mas o que se costuma ouvir por aí.

Compilei tudo de novo. Aléveo profondo ao ligar meu mp3 e ouvir só o que gosto.

Faz o teste. Apaga tudo e ouve só o que você gosta e não aquilo que indicaram, que alguém gostou, que você viu não sei onde.

Eu não devia fazer um post desse a essa altura do campeonato: 22 anos de idade num domingo outonal, enquanto troco as lentes de contato dos meus lindos olhos azuis (que um dia terei). Esse é o problema de ouvir Green Day. A gente acha que é jovem.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , ,

Midnight City

Hurry up, we’re dreaming é de 2011, mas Midnight City é minha mais nova queridinha.

 

 

Não sei, mas acho que tem algo de muito Where the Wild Things Are nesse vídeo.

 

Camila Teixeira

 

 

Etiquetado , , , , , ,

I tried so hard

6h da manhã é o melhor horário pra ouvir rádio. As playlists são infinitamente superiores ao que se ouve durante o dia. No fim da madrugada, as músicas dão um clima de fim de festa que, mesmo se você não se matou de fazer festa durante a noite inteira (meu caso há anos), você tem a nítida impressão de ter sido o rei da balada (meu caso de novo). Acho generosa essa sensação de ter feito algo legal que você, de fato, não fez. I tried so hard.

 

 

Melhor descoberta.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , ,

Estudo para trilha sonora

No dia em que eu fizer um filme, quero ter uma lista de títulos musicais a minha disposição, pronta para ser editada.

Este é o meu primeiro estudo para trilha sonora.

Pelo menos uma, ou algumas, ou várias ou todas têm grandes chances de fazer parte do filme. A ordem abaixo é aleatória e não corresponde ao grau de apreciação que tenho por elas.

 
Camila Teixeira

Etiquetado , , ,

Misery Let Me Down

Uma amiga compartilhou um link precioso. O texto fala de uma faixa gravada por Elliott Smith, em 1997, para uma rádio de Maryland. E que a gravação foi perdida e, enfim, encontrada recentemente.

A história completa em inglês.

Lá vai.

Etiquetado , , , , ,