Arquivo da tag: frança

Méritos

Faz tempo que quero comentar um negócio muito importante. Reservei um tempo especial só para falar disso. E esse negócio é uma pergunta existencial, que é a seguinte: como as francesas fazem para cultivar um cabelo extremamente charmosamente  muito bagunçado? Sério.

Há meses venho reparando nesse fenômeno curioso e completamente incompreensível. Cada vez que entro no tramway às 7h30 da manhã, aparece uma francesa do meu lado com um coque gigante e desajeitado em cima da cabeça, cheio de fios desgovernados caídos pelo rosto, com um ar de oi, acabei de acordar, e ainda assim, um penteado incrivelmente irresistível e de dar inveja em qualquer monja.

Esses franceses são cercados de lendas. O french kiss, a petite mort, a magreza numa gastronomia cheia de manteiga, o não tomar banho, a baguete e a boina, o romance em Paris, Paris apenas, e agora mais esse que instauro, o mistério do cabelo espatifado altamente charmoso.

Se eu me aventuro a reproduzir a moda, o resultado seria desastroso, já sei por antecipação. Nem uma versão mais radical do Bob Marley ia querer algo do tipo.

Ainda falta muito para que eu alcance o mérito do penteado francês.

Camila Teixeira

Anúncios
Etiquetado , , , , , ,

WE

 

 

 

 

 

 

 

 

E ainda com sorvete de pistache.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , ,

Vida selvagem

Ou bucóóóólica.

Aqui vão algumas fotinhas da útlima fonte da juventude que encontrei enquanto atravesso o deserto nublado dos últimos meses.

Encontrei um pacapó (cavalo, no idioma do tigre) tão simpático, que me deu um sorriso tão lindo e sujo de capim que resolvi homenageá-lo com várias fotinhas.

Camila Teixeira

Etiquetado , , , ,

Passeio

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , , ,

Antropologia do frio – II

Por outro lado, a gente vê coisas assim.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , , , ,

Festival Internacional da HQ

É realmente uma pena a gente não ser dotado da capacidade de se teletransportar ou estar presente em dois lugares ao mesmo tempo. Se tivéssemos esses poderes, muy convenientes para nossa época, nos próximos dias 26 a 29 me deslocaria para Angôuleme, sudoeste da França, onde acontecerá a 39ª edição do tradicional Festival Internacional da HQ.

 
Minha programação, se executada com sucesso, me permitiria tirar um peso da consciência e ainda me traria conforto para a urticária da curiosidade. Eu convidaria, por exemplo, Chris Ware para tomar um café. Na ocasião, confessaria toda minha dificuldade em ler Jimmy Corrigan por causa da tristeza do personagem. E lhe perguntaria Why so sad?

Hein, Chris?

Ou então, visitaria a exposição A Europa se Desenha, composta por 50 criações de 27 artistas da comunidade europeia, sobre a vida como ela é por aqui.

 
Ou visitaria a exposição dedicada a Art Spiegelman, autor de Maus, para conhecer melhor sua obra sobre o holocausto. Ou ainda iria testemunhar o mundo imaginário do ilustrador e carimbador Vincent Sardon.

 

Eu tentaria assistir ainda, nos Encontros Internacionais, a intervenção de Joe Sacco, que publicou recentemente um livro-reportagem em quadrinhos (Reportages, em francês), no qual faz um panorama sobre as guerras da antiga Iugoslávia e Iraque, dando voz aos refugiados e imigrantes.

 
E ainda visitaria o pavilhão Jovens Talentos para dar uma sondada no que a molecada vem criando de novo.
Mas como ainda não fomos dotados de poderes extraordinários, tenho de me contentar com nossos limites ordinários. Todavia, pretendo, na medida do possível,  a) acompanhar as novidades do evento e b) publicar meus comentários aqui.

 
Inté.

 

 

Camila Teixeira

Etiquetado , , , , , , , ,

PB

Gosto quando o tanto de neblina faz parecer que o mundo é preto e branco.

Tipo nessa fotinha que tirei durante as festas de natal.

 

 

Camila Teixeira

 

Etiquetado , , , , , ,

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , , , , , , ,

Direto de 2003

No centro da França, num dia frio, no meio da neblina, com a Maquimila. Preciosos serviços.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Camila Teixeira

Etiquetado , , , ,

Links para Paris

Evidente que tinha pensado em escrever sobre as maravilhas francesas. Ao perceber, porém, que meus comentários se pareceriam mais com uma compilação dos atrativos padarísticos do meu bairro, sabiamente mudei de ideia.

Além do mais, já tem gente que faz isso com bastante competência e propriedade. Veja os dois blogs a seguir:

Conexão Paris: tem milhares de coisas sobre a vida turística e de todo dia de Paris. Muitas fotos, variedades e textos objetivos. Foi deste blog que tirei a foto que ilustra o post.

Paris Lado B: blog novo sobre coisinhas muy interessantes que não estão nos guias. Promete.

Camila Teixeira

Etiquetado , , , ,