Epitáfio

Saiu recentemente no Le Monde Diplomatique uma matéria sobre um estudo realizado por pesquisadores de Harvard, que buscou verificar a capacidade de informação que um DNA é capaz de suportar. Os pesquisadores conseguiram armazenar aproximadamente um milhão de gigabits (700 To ou 14 mil blu-rays) por milímetro de DNA. O método: traduzir o código binário da informática em sequências de DNA e implantá-lo nesse último. Sriram Kosuri, um dos pesquisadores da equipe liderada por George Church, afirma: “o total de informações no mundo, que representa aproximadamente 1,8 zettabytes, poderia ser armazenado em apenas quatros gramas de DNA”.

 

****

 

Acho essa notícia incrível, mas, na prática, suspiros profundos ao concluir que, visto o número de informações que pode estar escondido  no meu DNA, minha busca por autoconhecimento está muito longe de ter começado. A gente morre sem se conhecer.

 

Camila Teixeira

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

2 pensamentos sobre “Epitáfio

  1. grazistphoto disse:

    Verdade Titis, teríamos que viver um zilhão de vidas pra explorar nossa potencial capacidade de conhecimento. Eu tinha essa sensação de que numa vida não daria pra ler todos os livros e assistir todos os filmes imperdíveis que as pessoas me falam. Só não tinha essa noção científica de tamanho potencial que temos e não usamos. Um verdadeiro desperdício.

  2. Só na sua cabeça disse:

    mas na perspectiva de algumas religiões, a gente tem o infinito inteiro pela frente. já é alguma coisa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: