Vidinha doméstica

Cada vez que o tigre sobe no sofá da sala eu quase tenho um ataque cardíaco. Sobe tão rápido, que não dá nem tempo de dizer “não”. De repente, já está lá, triunfante, como quem senta num trono de ouro. Orgulhoso, observa seu reino de brinquedos espalhados por todos os lados. “São todos meus”, deve pensar. Até que escolhe um deles para compartilhar a visão privilegiada que se tem do alto da poltrona. E se joga de cabeça no chão para pegá-lo, como se logo abaixo existisse uma piscina de plumas. Nesse momento, uma outra crise instantânea de nervos tritura o que resta do meu antigo equilíbrio zen. Sou, então, obrigada a me desapegar de quem um dia fui e a me recompor novamente em centésimos de segundo.

Hoje sou domadora de tigre. Que aventura vê-lo escalar o mundo.

Anúncios
Etiquetado ,

Um pensamento sobre “Vidinha doméstica

  1. hehehe, essa é minha sobrinha = o tigre aprontando !!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: